Brasil
Acesso à Informação

Menos plástico, mais consciência

07/06/2018

Confira artigos e vídeos com contribuições científicas, a partir do tema "Acabe com a poluição plástica", escolhido pela ONU para o Dia Mundial do Meio Ambiente

Por Flávia Lobato e Valentina Leite (Portal de Periódicos Fiocruz) | Foto: Pixabay


Na semana em que se celebra o Dia Mundial do Meio Ambiente (5/6) e o Dia Mundial dos Oceanos (8/6), o Portal de Periódicos Fiocruz destaca as iniciativas da Organização das Nações Unidas (ONU) para conscientizar cidadãos, empresas, instituições e governos sobre a proteção do meio ambiente. A ONU lidera a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, um plano de ação que orienta seus trabalhos junto aos Estados-membros rumo ao desenvolvimento sustentável até o ano de 2030. Em 2017, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) instituiu sua estratégia para contribuir com este grande desafio, dada a grande convergência de valores com o tema, sua matriz histórica e a forte correlação entre saúde, desenvolvimento e sustentabilidade. 

De acordo com dados da Organização, a poluição plástica é uma das principais causas de danos ao meio ambiente e à saúde. Na última década, mais plástico foi produzido do que em todo o século passado. Uma pesquisa divulgada na Assembleia Ambiental da ONU mostra os 15 países que mais produzem lixo plástico no mundo – a lista não inclui o Brasil. Desde 2017, a ONU vem investindo em campanhas para combater o lixo marinho e, em 2018, o tema escolhido é #AcabeComAPoluiçãoPlástica.

O diretor-executivo da ONU Meio Ambiente, Erik Solheim, escreveu um artigo comentando os danos que a poluição por plásticos causa ao meio ambiente. "A cada ano, descartamos nos oceanos cerca de 13 milhões de toneladas de plástico, incluindo micropartículas que entram na cadeia alimentar, e afetam a saúde de cada ser vivo do planeta. Projeções atuais mostram que a produção global de plásticos irá aumentar fortemente nas próximas décadas: deve atingir desconcertantes 619 milhões de toneladas até 2030".

No artigo, ele também descreve as ações que vêm sendo adotadas por governos, setor privado e sociedade civil na América Latina e no Caribe que "entenderam a urgência de repensar a forma com a qual produzimos, usamos e gerimos o plástico. Atualmente, medidas decisivas estão sendo tomadas para enfrentar a onda crescente de plásticos".


Acesse artigos científicos, publicados em revistas editadas pela Fiocruz, que discutem os graves riscos causados pela poluição de mares e oceanos:


Leia mais na edição temática da Revista História, Ciências, Saúde - Manguinhos sobre oceanos e mares:


Leia o artigo do diretor-executivo da ONU Meio Ambiente, Erik Solheim, em que ele comenta as medidas adotadas na América Latina e no Caribe na luta contra a poluição por plásticos:


Assista também a vídeos que abordam o tema:

 

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento, que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.